Sakurai finalmente realizou seu sonho: um Super Smash Bros somente com o Kirby. Afinal, seria esse o jogo de luta perfeito?


Ficha Técnica

Título: Kirby Fighters 2

Plataforma: Nintendo Switch

Data de Lançamento: 25/09/2020

Tamanho: 1.1Gb

Desenvolvedora/Publicadora: Nintendo.

Jogadores: 1-4

Save na nuvem: Sim

Em português: Sim

Gênero: Luta

Preço no Lançamento (BR): R$ 99,00

Preço no Lançamento (US): US$ 19,99


História

Decididos a vencerem Kirby de uma vez por todas, King Dedede e Meta Knight importam uma torre de combate do Mortal Kombat e desafiam Kirby para um batalha final.

E a regra é clara: Kirby deverá selecionar um parceiro de batalha, colocando-os em uma jornada épica para derrotar seus oponentes e chegar ao final da torre.

Gráficos

Os gráficos do jogo seguem bastante a linha Super Kirby Clash, com gráficos simples e bem coloridos, mas que chamam bastante atenção. Destaque especial aos estágios que, apesar de simples, foram muito bem feitos.

Jogabilidade

É notável a semelhança entre Kirby Fighters 2 e Super Smash Bros, especialmente no uso dos itens que aparecem durante o combate. Porém, ser parecido com Smash não é ruim, e o jogo tem qualidades únicas que o tornam o especial.

A maior diferença entre os dois é no medidor de vida, pois aqui cada personagem tem uma quantidade de vida especifica que, quando zerada, resulta em sua morte. Aí entra o primeiro detalhe único do jogo, como a maioria das batalhas são travadas em duplas, existe um contador de pós morte que transforma o perdedor em um fantasma.

Esse fantasma é capaz de golpear os oponentes. Caso o consiga acertá-los, ele é ressuscitado com uma parte de sua vida, o que torna os combates um pouco mais dinâmicos e interessantes (e ajuda nos chefes). Importante dizer que esta mecânica vale tanto para o jogador quanto para os inimigos.

Apesar de quase todos os personagens serem variantes do Kirby, exceto por 5 que são personagens icônicos da serie, eles não são nem um pouco repetitivos. Cada Kirby tem uma gama de ataques e combos diferentes, que fazem cada um deles ser único e interessante.

O Kirby lutador, por exemplo, consegue fazer diversos combos agarrando e jogando o oponente contra o ar ou o chão; sendo que existem diversas formas de fazer isso. Eu consegui uma vez fazer uma luta inteira em que meu oponente foi arremessado contra o chão e agarrado enquanto quicava, para ser jogado novamente contra uma parede, e agarrado no ar. Acho que deu para entender a ideia…

Outro ponto interessante é que cada vez que você passa por um andar, o jogo te faz escolher entre 3 Power Ups (as opções são aleatórias) que podem aumentar sua vida, ataque, ou até mesmo reduzir o dano de determinado item. Existem alguns, inclusive, que dobram seu dano contra oponentes específicos, ou até mesmo que praticamente anulam efeitos de alguns itens.

Cada escolha vai impactar diretamente em suas chances de vencer a torre, criando uma espécie de “build” para cada vez que você a escala.

Por fim, você possui um nível de jogador que aumenta conforme você ganha experiência a cada luta, seja na torre ou até mesmo no modo multiplayer. Cada vez que seu nível sobe, você desbloqueará novas coisas como personagens, estágios, músicas, power ups e até mesmo novas skins para os personagens já desbloqueados.

Considerações finais.

Apesar de simples, Kirby Fighters 2 é um jogo divertido, especialmente para jogar com os amigos. Não se deixe enganar por ser um jogo cheio de “Kirbies”, pois ele tem bastante conteúdo para horas de diversão com os amigos.

Indico este jogo para quem gosta de jogos bem humorados e de Super Smash Bros. É um bom título para se ter naquelas horas em que você só quer sentar no sofá e se divertir com amigos e familiares. E o melhor de tudo: por um preço bem mais acessível que o do Smash, o que pode ser interessante para uma parcela dos jogadores.


Trailer


* Esse review foi feito com uma chave cedida pela Nintendo.