Você que leu esse título e ouviu a voz do narrador do NBA Jam, seja bem-vindo! Você que nunca jogou ou não se lembrou, seja bem-vindo também! Afinal, todos são bem-vindos quando o assunto é diversão multiplayer.

Bom, eu nunca gostei de jogos de esportes, somente futebol (como todo brasileiro). NBA nunca foi um game que me chamava atenção nas locadoras, mas NBA Jam é especial, um jogo para jogar e se divertir com a sua turma.

Pra quem não conhece, este é um jogo 2vs2 que possui um narrador empolgante e que, a medida que você faz cestas consecutivas, sua bola pega fogo e você vira o verdadeiro “mão-santa”. Super saltos, enterradas magníficas, tabelas sendo quebradas, cestas sendo queimadas e pontes-aéreas sensacionais compõem o tempero desse jogaço da década de 90. Tal qual Mario Kart, não existem regras, ou seja, vale empurrar, dar cotoveladas e fazer muitas cestas. Ah! E quem jogou vai se lembrar de como era brincar com os jogadores “cabeçudonhos”, no melhor estilo “super craque”. Deixo pra você o gameplay do jogo no SNES.

 

Lembro que a gente sempre se reunia para jogar. Eu constantemente jogando com Pippen e Rodman jogando no melhor estilo “das ruas”, com enterradas cestas de 3 pontos e muita tirada de sarro da cara dos amigos. Incomparável é a sensação de inspirar fortemente o ar, reunir toda a força que seu pulmão e cordas vocais conseguem gerar e, então, gritar “Boom Shakalaka” no ouvido daquele seu colega, mesmo sabendo que aquilo uma hora ou outra teria volta. Afinal, Isaac Newton, mesmo sem saber o que seriam videogames, formulou uma das principais leis videogamísticas de todos os tempos: “A toda ação há sempre uma reação oposta e de igual intensidade“.

O pior de tudo: gritávamos isso sem ter a menor noção do que significava, apenas pelo motivo de ser muito legal fazê-lo. Por curiosidade fui pesquisar o significado, o qual compartilho com vocês agora: boom Shakalaka é muito comum nos jogos de basquete, pois segundo os fãs do esporte esse é o som produzido em uma enterrada (boom = impacto com o aro; shakalaka = som da bola passando pela rede). Boom Shakalaka também é uma expressão que pode significar “na sua cara” ou “quem é o chefe?”.

Momento cultural à parte, considero este um jogo obrigatório do Super Nintendo. Até hoje é um jogo com gráficos bacanas, excelente game design e que possui graça justamente pela sua ausência de “realismo” das leis da física tradicionais e tudo relacionado ao jogo de basquete em si. Chegaram até a fazer um remake recentemente para a geração Wii/PS3/X360. Veja o trailer abaixo:

 

Enfim, é difícil explicar em palavras como o jogo é! Somente jogando você é capaz de sentir o que eu, um não-amante do esporte, pude sentir. O fato é que dia 9 de maio, com uma versão para o Nintendo Switch, lançarão o NBA Playgrounds que me chamou muito a atenção e despertou a nostalgia de uma época feliz de minha infância. Se ele será bom ou não, o tempo dirá, porém eu sinceramente espero que este seja o ressurgimento desse estilo de jogo mais “galhofa”, menos sério.

Fique abaixo com o trailer do jogo. Não se esqueça de deixar seu comentário contando sua experiência com NBA Jam ou sua expectativa para o lançamento do NBA Playgrounds. Até o próximo post e BOOOOOOM SHAKALAKA.