Amigo leitor, o mundo é cheio de escolhas, decisões erradas, decisões certas, mas parece que a internet é um mundo, aliás, um mundo não, um universo à parte. Na grande rede os outrora chamados “internautas” enxergam somente o lado A e o lado B, um terceiro lado é algo inimaginável, repulsivo. Isso é a bipolaridade! Bipolaridade é uma propriedade que alguns sistemas têm (no caso a internet) de apresentar somente dois polos, o positivo e o negativo, o verdadeiro e o falso, o ligado e o desligado.

Switch finalmente foi anunciado e os ânimos na internet foram aos extremos. Há os que gostaram, há os que não gostaram, e eles agora se matam em comentários raivosos. O Switch não é unanimidade, muito pelo contrário, é um console que causa muita discussão. Muitas dessas discussões acaloradas são por conta da Nintendo, suas decisões e omissões.

Discussões são excelentes, te fazem crescer. No entanto, você defender algo no Switch é algo que será rebatido pelos que não gostaram em tom ríspido, possivelmente terminando com você sendo chamado de fanboy ou fangirl. Por outro lado, críticas às atitudes da Nintendo têm sido rebatidas com tom similar, de ódio puro. Você não tem direito a gostar do Switch e não gostar de alguma coisa relacionada a ele. Na internet é assim: ou você gosta dele todo ou não gosta. Posts em tom alfinetador direcionados aos que são contra determinada opinião também têm aos montes por aí.

Não! Isso não é raridade, é bem comum, por sinal. Com Pokémon GO foi a mesma coisa, ou você adorava ou você simplesmente odiava, não existia um “eu não gosto mas deixa o pessoal se divertir”. Qualquer assunto é dominado pela bipolaridade. Mais recentemente ainda tivemos o Mario Run que muita gente gostou (eu particularmente gostei, mas achei caro) e muita gente não gostou, porém de novo tivemos pessoas discutindo esse assunto com a sutileza peculiar de um neandertal.

O “sim” e o “não” estão mais presentes do que nunca, o “talvez” foi abolido do dicionário. As discussões existem, os lados estão aí para serem escolhidos e até mesmo alterados, por que não? Um debate se faz com ideias! Se todos tivermos as mesmas ideias tem alguma coisa errada, pois somos essencialmente diferentes. Que tal analisar argumentos contrários como uma forma de expandir os horizontes de nossas opiniões?

Possivelmente, e isso é apenas uma suposição, alguns dos que leram esse post o fizeram por conta da imagem que pode dar a entender que o Switch é uma bomba. Desses, alguns já vieram munidos de tochas, foices e pedras com o intuito de criticar o pobre autor que vos escreve; outros vieram com escudos e poções de cura pois acharam que eu estaria certo. Há os que leram somente o título, viram a imagem e se acham munidos de informação para atirar suas pedras ou poções em direção às ideias presentes em um texto, as quais ele nem sequer sabe quais são. Porém, a internet ainda tem salvação, pois acredito que uma parte de vocês entraram nesse post pois querem ler opiniões (sejam elas quais forem) para fortalecer e lapidar as suas. Quanto à imagem, ela na verdade não está dizendo que o Switch é uma bomba, mas simbolizando uma guerra entre duas pessoas e os joycons são os detonadores.

Por isso meus amigos, convido-os a refletir novamente! Vamos discutir a apresentação do Switch? Será que foi tudo ruim? Será que foi tudo ótimo? Ou será que existiram falhas, que fazem parte da natureza humana? Eu e você erramos o tempo todo, a Nintendo, Sony e Microsoft também possuem falhas. 

Particularmente eu gosto do novo console da Nintendo, do conceito, mas estou odiando a forma como a Nintendo está conduzindo o caminho desse console que sequer nasceu. Mas isso fica só entre nós do mundo real, por que na internet, meus amigos, nós não temos direito a uma opinião dessas.

Lembrem-se: videogame é pra divertir, entreter e fazer amizades. Deixem seus comentário e até o próximo post!