Parece que a Nintendo resolveu sair do outro lado do armario e finalmente apresentar um pouco de seu novo console. A Ideia era clara: um console inovador (ainda que isso pode ser discutivel, mas não é o merito do post) e para todos, ou quase todos, pois ela parece ter deixado de lado a ideia de casual.

Muito bem, a Nintendo está querendo dar alguns passos a frente com seu novo console: Entrar na cena de E-sports e trazer os jogadores competitivos para seu novo queridinho, o Splatoon. Trazer o público conhecido como Hardcore para seu novo console, afinal, Skyrim não estava ali à toa e em uma fria analise, bater de frente com as concorrentes fingindo ser a diferentona!

Eis um problema fundamental e que me preocupa como fã. O Game Cube vendeu pouco, de forma que é possivel dizer que apenas os fãs de longa data da empresa compraram o console; o Wii vendeu horrores, pois trouxe para o mercado um público que não consumia consoles, público este que desapareceu no Wii U que novamente foi vendido apenas para os fãs de longa data da empresa.

Pouco se sabe sobre o hardware do Switch, não sabemos o quão bem ele rodará os jogos que o público que a Nintendo quer conquistar gostam, não sabemos nem mesmo se ele terá tais jogos, afinal, uma coisa é prometer apoio e outra é apoiá-lo. O Wii U também contava com muitos apoiadores e vimos poucos jogos chegarem para ele, certo? Indo mais a além, não sabemos se o novo público alvo da Nintendo irá de fato comprar o console ou ter um motivo para tal.

O Sucesso do Switch marca um novo passo para a Nintendo, uma nova página em sua história. Seu fracasso apenas a prejudicará, pois a verdade é que seus fãs hoje são poucos se comparados com suas concorrentes e ela precisa urgentemente de um público novo para o futuro. Sabe aquela velha piada da internet onde um adulto joga Nintendo e uma criança joga COD ou algo similiar… Bom ela é real.

A Nintendo também precisa ser clara com o que ela quer com esse console, surpresas e felicidades a parte, o anunciou trouxe muitas dúvidas e preocupações. O 3DS irá acabar? Segundo a Nintendo não, pois o foco do console é ser caseiro, mas então porquê focar toda atenção no fato dele ser portátil? Essas são apenas algumas das perguntas que vimos por ai e obviamente, não posso afirmar que conheço a opinião de todos os gamers que existem, mas os que conheço e que comprariam qualquer console, não se interessaram nem um pouco pelo novo aparelho ou sua proposta.

A ideia é boa; talvez não seja nova, mas o futuro é incerto e torço para que dê tudo certo. Infelizmente o Game Cube e o Wii U estão ai para provar que consoles podem falhar e que Mario e Zelda sozinhos não vão garantir o sucesso e as vendas de um aparelho.