Uma das perguntas que mais aparecem em fóruns, listas de discussões e redes sociais com relação aos Amiibos é: eles valem a pena?

Pensando nisso, trazemos para você um breve resumo sobre o tema. Nele falaremos sobre o que são, as funcionalidades, as limitações e outras coisas interessantes para você formar sua opinião e, assim, poder decidir sobre a viabilidade ou não de – no seu caso específico – adquirir este produto. Ressaltamos que este texto não tem, de forma alguma, o intuito de estabelecer um único ponto de vista, mas sim de trazer à tona os prós e os contras de se comprar um dos produtos Nintendo que os consumidores mais desejam na atualidade.

Por isso, se você quiser saber mais sobre o tema, formar sua própria opinião sobre o assunto e desbravar esse mundo mágico que a Nintendo criou para nós, continue lendo este post!

O que são os Amiibos?

Amiibos nada mais são do que pequenos bonecos, com uma base que possuem uma tecnologia de comunicação a curta distância – NFC (Near-Field Communication) -, com a qual eles podem se comunicar com outros aparelhos (no caso Wii U ou 3DS).

Sim, é verdade que a Big N não inovou criando bonecos que possuem interatividade com games. Porém, temos que ressaltar que ela soube ver uma oportunidade que os jogos Skylanders e Disney Infinity criaram e, dessa forma, ganhar dinheiro com algo que todos os consumidores gamers querem: colecionáveis funcionais dos seus jogos! A propósito, cabe um parenteses aqui para a matéria “Nintendo e a Fórmula Mágica do dinheiro” que explica alguns pontos pelos quais a Nintendo sabe fazer dinheiro. Leia a matéria e saiba mais sobre o assunto.

O funcionamento de um Amiibo é bastante simples: basta aproximar a base do boneco no aparelho que deseja realizar a comunicação, o aparelho lê o chip interno e os dados ali gravados, processa e exibe o resultado dessa integração no jogo que você está jogando. Claro que o jogo tem que ter suporte a Amiibos, caso contrário essa integração não funcionará. Por isso, busque sempre nos jogos o símbolo abaixo, ele indica que o jogo é compatível com os bonecos. Geralmente, tal símbolo fica na traseira da capa do jogo.

amiibos

E o que eles fazem?

Cada jogo tem seu próprio suporte aos amiibos. Exemplo: em Capitain Toad – Treasure Tracker, o Amiibo do Toad dá acesso a uma nova modalidade de jogo na qual você deve encontrar um toad (em formato de pixels) que está escondido pelo cenário. Ainda no Capitain Toad, os outros Amiibos apenas servem para dar vidas. Em outros jogos, você pode habilitar utilização de roupas especiais (como é o caso de Mario Kart 8 e Yoshi Woolly World), novos personagens jogáveis (Super Smash Bros) e até mesmo levar seu personagem para casa de amigos e utilizá-lo.


Um pouco de especulação, que tal?

Os celulares “top de linha” têm embutida a possibilidade de realizar a leitura/gravação em outros dispositivos via NFC! Isso significa que, em breve, poderemos ter integração entre Amiibos e os jogos lançados para smartphones. Mas isso, é claro, não passa de uma especulação!

Então vocês querem dizer que vale a pena comprar?

Não é bem isso que queremos dizer! Essa é uma questão muito pessoal!

Há quem olhe para a funcionalidade do boneco no jogo e ache que não vale a pena. Isso é plausível visto que, em vários jogos, eles são extremamente subutilizados e um investimento desse tamanho (que no Brasil é alto) não se justifica. Por exemplo: comprar um Amiibo do Super Mario só para ganhar vidas em Capitain Toad não é algo que valha a pena.

Há, ainda, quem goste dos bonecos para exposição. Importante ressaltar que os Amiibos não são bonecos de ação, ou seja, eles não se movem. Por outro lado, eles são muito bem feitos e trabalhados e ficam bem em qualquer estante Nintendista. Porém, mais uma vez esbarramos no alto preço! Mas, geralmente, para os colecionadores esse não é um impeditivo tão grande, uma vez que é para coleção pessoal e não será vendido!

Uma pequena limitação e uma grande frustração

Infelizmente a Big N não fez tudo certo! As pequenas estátuas tem uma pequena limitação que se tornou uma grande frustração. Os Amiibos tem capacidade de armazenamento de dados pequena e permitem salvar dados de apenas um jogo por vez. Isso quer dizer que se vc estiver jogando Super Smash Bros e salvar seus personagens ali, caso resolva utilizar seu Amiibo em outro jogo que grave dados nele, você perderá todo (sim, TODO) progresso daquele personagem no jogo anterior. Se você deseja utilizar essas estatuetas em vários jogos, repense! Há que se lembrar que nada impede que você tenha dois bonecos iguais, a não ser o seu bolso!

Aqui cabe uma observação para ficar muito bem entendido: os dados no Amiibo só são perdidos se utilizá-lo em jogos em que há a gravação de dados. Isso quer dizer que você poderá utilizar tranquilamente seus bonecos preferidos em um jogo como Super Smash Bros (que realiza gravação de dados) e utilizá-lo, também, em outro jogo como o Mario Kart 8 (que só realiza a leitura para saber qual Amiibo é). Não há perigo de perder seus dados neste caso.

Para te ajudar, disponibilizamos o link oficial no qual estão todos os jogos que aceitam amiibos, qual a funcionalidade liberada e se ele faz leitura ou leitura/gravação de dados.

Veredito!

Não temos um veredito pronto! Quem dá o veredito é você, leitor! Você deverá analisar o investimento que terá que fazer e o retorno que ele te trará. Lembrando que esse retorno não é financeiro, mas pessoal. Você deverá analisar a diversão em jogo ou satisfação de ter um boneco desses na sua coleção e, só assim, saberá se eles compensam o dispêndio financeiro que ele te trará! Quem sabe a diversão e a coleção não andem juntas pra você!

image
Pessoalmente, tenho alguns Amiibos que guardarei em minha coleção! Os consoles irão embora, eles não! Então, apesar de eu quase não utilizá-los para jogar, tenho-os guardados em um expositor. Pra mim, o argumento do “colecionador” venceu o argumento do “jogador”.

Comente abaixo se você acha que vale a pena ou se pretende comprar Amiibos. Pra que você utilizaria? Quantos e quais você já tem?

Curta nossa fan-page no Facebook e participe!