Este review foi feito por Jow (versão Sword) e Rodrigo Reche (versão Shield). Assim, identificamos as diferenças entre os jogos e trouxemos uma análise completa do DLC.


Se tem uma coisa que não faltou em Pokémon nos últimos anos foi polêmica. A falta de batalhas em Pokémon GO (Implementada muitos anos após o lançamento), o reaproveitamento de Alola em Ultra Sun e Ultra Moon e até a forma como a franquia migrou para o mais novo console da Nintendo foram assuntos que levantaram discussões entre os fãs.

Pokémon Sword & Shield estreou no Switch com mesmo o estilo gráfico do 3DS, com limites de Pokémon que podem ser encontrados no jogo e com o anúncio de DLCs, o que é uma novidade na franquia. O Review completo do jogo base pode ser conferido clicando aqui.

The Isle of Armor, a primeira parte dessa expansão, chegou para o Nintendo Switch em 17 de Junho de 2020 e neste Review você fica sabendo se a franquia aprendeu com os últimos erros ou se essa DLC deve deixar os fãs ainda mais decepcionados com a empresa.

A Ilha da Armadura

Ficha Técnica

Título: The Isle of Armor – Pokemon Sword & Pokémon Shield

Plataforma: Nintendo Switch

Desenvolvedora / Publicadora: Game Freak / Nintendo

Jogadores: 1

Em Português: Não

Gênero: Aventura / RPG

Tempo de Jogo (média): 3 Horas 

Save na Nuvem: Não

Classificação: Livre

Preço no Lançamento (BR): R$ 125,39

Preço no Lançamento (US): US$ 29,99


The Isle of Armor e The Crown of Tundra são as duas partes da expansão de Pokémon Sword & Shield. A segunda aventura chega apenas no final de 2020, mas é já é possível adquiri-la em pré-venda ou comprando o Expansion Pass, que você já garante a DLC completa. É possível ver os recursos da DLC aqui.

Vale ressaltar que cada versão do jogo (Sword ou Shield) possuem o próprio Expansion Pass, então fique atento qual a sua versão para não comprar a DLC errada.

História

Isle of Armor é a nova área liberada com essa DLC. Pegando o trem em Wedgehurst Station e de posse do Armor Pass entregue com a DLC, você chega nessa ilha e já encontra um Galarian Slowpoke (que você deve capturar) e o/a seu/sua rival. Aqui já percebemos uma diferença entre as versões do jogo: em Pokémon Sword sua rival é Klara, uma treinadora de Pokémon venenosos; em Pokémon Shield o seu rival é Avery, um treinador de Pokémon psíquicos.

Klara e Avery possuem uma espécie de “dupla personalidade”. Eles fingem serem amigáveis ao mesmo tempo que querem te destruir, talvez haja alguma referência com o tipo de Pokémon que escolheram treinar.

Logo ao chegar à ilha, seu rival te recepciona com desdém, mas acaba se surpreendendo com o seu desempenho em uma batalha inicial. Por isso, ele tenta te convencer a voltar para o continente e não visitar o Dojo de artes marciais da ilha por medo de perder o seu até então protagonismo.

Klara e Avery possuem o mesmo background e a história em volta deles é a mesma para os dois jogos.

Klara & Avery – Novos Rivais

Todo o enredo da DLC gira em torno do Dojo localizado na entrada da Isle of Armor. É uma escola clássica de artes marciais e também serve como ginásio para treinamentos de Pokémon.

O Dojo é administrado por Honey e seu pai, o grande mestre Mustard, que são os principais NPCs da DLC juntamente com Avery ou Klara (dependendo da sua versão do jogo base).

Para avançar na história basta estar em contato com esses 3 personagens que serão os responsáveis por conduzir pequenas missões pela ilha.

As adições de The Isle of Armor – Kubfu: o grande atrativo

Parecendo querer compensar a falta de Pokémon no jogo base, The Isle of Armor traz 105 Pokémon antigos, além do Galarian Slowpoke e as novidades: Kubfu, a sua evolução Urshifu (que possui o estilo Single Strike Style e Rapid Strike Style) e o Pokémon Mítico Zarude. Confira a lista de todos os Pokémon aqui.

Assim que desembarcamos em Isle of Armor, nossa Pokedex é atualizada e é possível começar os registros dos novos Pokémon. É possível acompanhar a evolução da Pokedex de maneira independente, uma vez que temos acesso à Dex original do jogo base e uma nova para os monstrinhos da DLC.

De todos os novos Pokémon, sem dúvida nenhuma Kubfu é o principal atrativo e o jogador recebe o simpático ursinho ao cumprir três desafios propostos pelo mestre Mustard.

Como não amar?

Inicialmente tímido, o pequeno urso se mostra um Pokémon poderoso em batalha e pode evoluir para duas formas diferentes de acordo com a sua escolha no momento do treinamento. Ao optar por treinar Kubfu na torre de desafio azul, a evolução para Urshifu assume os tipos de água e lutador. Se optar pela torre de desafio vermelha, os tipos mudam para sombrio e lutador.

É importante lembrar que esses Pokémon só podem ser capturados por aqueles que comprarem a DLC, mas outros jogadores podem conseguir esses monstrinhos através de trocas online.

A DLC traz ainda formas Gigantamax dos iniciais de Sword & Shield: Rillaboom, Inteleon e Cinderace, além de presentear o jogador com um dos iniciais de Kanto com a habilidade de se transformarem em Gigantamax. É possível escolher Squirtle ou Bulbassauro. Talvez Charmander e Pikachu estejam disponíveis na próxima DLC, The Crown Tundra.

Mestre Mustard

Isle of Armor também conta com uma Sidequest pouco inspirada, que consiste em localizar 150 Diglett de Alola espalhados pela região. Abaixo estão as recompensas por cada porção de Diglett coletados:

  • 5 Diglett: Meowth de Alola com habilidade secreta Rattled
  • 10 Diglett: Slowpoke de Kanto com King’s Rock e com habilidade secreta Regenerator
  • 20 Diglett: Vulpix de Alola com habilidade secreta Snow Warning
  • 30 Diglett: Sandshrew de Alola com habilidade secreta Slush Rush
  • 40 Diglett: Raichu de Alola
  • 50 Diglett: Marowak de Alola com habilidade secreta Rock Head
  • 75 Diglett: Exeggutor de Alola com habilidade secreta Harvest
  • 100 Diglett: Inicial de Alola com habilidade secreta
    • Rowlet (Grookey) com habilidade secreta Long Reach
    • Litten (Scorbunny) com habilidade secreta Intimidate
    • Popplio (Sobble) com habilidade secreta Liquid Voice
  • 150 Diglett: Diglett de Alola com habilidade secreta Sand Force

Ainda dentro do Dojo, recebemos um item chamado Style Card que nos garante acesso a novos penteados e roupas em qualquer uma das lojas e barbearias de Galar.

Veredito

The Isle of Armor poderia aproveitar muito mais o potencial da franquia como um todo, e era a chance da GameFreak acalmar um pouco os fãs. Contudo, essa chance não foi muito bem aproveitada e a DLC custa caro pelo que ela oferece.

O enredo é pobre, curto e não empolga em momento nenhum. A única motivação para terminar os desafios é conseguir o simpático Kubfu e posteriormente Urshifu.

O Urso Porradeiro

O mapa da ilha é confuso e vazio. As poucas Sidequests ou mesmo interações com outros NPCs fazem muita falta. Seria bacana alguns eventos da história se desenrolando durante a exploração da ilha.

Os pontos positivos ficam por conta da adição de novos Pokémon. Mesmo sabendo que muitos deles já deveriam estar presentes no jogo base, a adição dos novos monstrinhos e as variações de Gigantamax são bem-vindas e trazem aquela sensação de satisfação quando conseguimos completar toda a Dex.

Ficamos agora no aguardo de The Crown of Tundra, na esperança de ver um pouco mais de empenho da GameFreak para oferecer uma experiência que realmente vá expandir a história e a linda região de Galar.


Trailer Expansion Pass


* Esta análise foi feita com uma cópia fornecida pela Nintendo.