Argonaut é a desenvolvedora responsável pela criação de Star Fox para o Super Nintendo, um jogo que dispensa qualquer tipo de comentário e que demonstrou a capacidade do estúdio em desenvolver jogos; além de ser a responsável pela criação do chip Super FX, usado em alguns cartuchos do SNES.

Depois do sucesso do game a empresa resolveu dar um passo adiante e projetou um jogo do estilo plataforma que usaria o Yoshi como protagonista; a ideia foi apresentada à Nintendo que prontamente a recusou. Um dos responsáveis pelo jogo afirmou que a recusa por parte da Nintendo se deu pela política de não permitir que outras empresas usassem suas IPs (apesar de que o jogo teria sido exclusivo da Nintendo). Não contente, especialmente depois de ter sido obrigada a cancelar a sequência de star fox que já estava quase concluída a empresa recriou e lançou o jogo com o nome de Croc: Legend of the Gobbos, usando personagens próprios, o que atrasou a produção do projeto e o fez ser lançado apenas em 1997.

Croc, poderia ter sido um excelente Yoshi, mas teve que se contentar em ser um jacaré.

A empresa ainda afirmou que Miyamoto, por ter conhecimento do projeto original, teria copiado algumas ideias do jogo na criação de Mario 64. Importante ressaltar que os jogos realmente possuem algumas semelhanças, em especial nas mecânicas. Infelizmente é impossível ter certeza da veracidade dessa informação, mas é algo interessante a se pensar e levar em conta (mesmo que o Mario 64 tenha sido lançado um ano antes de Croc). Isso pelo motivo de a Nintendo com os recursos que tinha disponível, em teoria, ser capaz de produzir um jogo mais rápido do que a outra empresa de menor porte que precisaria recriar todo o universo do jogo.

Alem disso, Jaz San, fundador da Argonauts falou em uma entrevista a Eurogamer:

Miyamoto-san então criou o jogo Super Mario 64 que era semelhante a nosso jogo do Yoshi, mas com o personagem do Mario, e lançou o jogo no mercado por cerca de um ano antes de Croc. Miyamoto-san veio até mim em um evento algum tempo depois e se desculpou por não ter feito o jogo do Yoshi conosco e nos agradeceu pela ideia de fazer um jogo de plataforma em 3D. Ele disse que para compensar, ganharíamos mais com os royalties dos negócios já estabelecidos, o que pareceu uma proposta baixa para mim. Eu acredito que a Nintendo encerrou nossa parceria sem perceber, eles cancelaram o jogo do Star Fox 2, ainda que ele estivesse pronto, e usou boa parte dos códigos no Star Fox 64 sem nos pagar nem um centavo por isso.

Como vocês podem conferir no vídeo a seguir, Croc é um jogo em 3D com a estrutura de um jogo em 2D, como os mapas mais fechados enquanto Mario tem mapas abertos. É preciso reconhecer que a Nintendo estabeleceu alguns dos mecanismos usados em jogos 3D até o dia de hoje, porem Croc e seus desenvolvedores merecem ser reconhecidos por terem, de certa forma, contribuído com isso.

Como visto no vídeo, o jogo do Yoshi, quer dizer do Croc, é muito interessante e poderia ter sido um tremendo sucesso se fosse feito para o Nintendo 64 em pareceria com a Nintendo, que teria tido mais um excelente título em suas mãos e o apoio de uma empresa talentosa.