Desta vez trago mais uma entrevista internacional. E a entrevista de hoje é com a recordista mundial Anne Martha Harnnes, detentora do recorde de maior coleção da franquia The Legend of Zelda do globo. Espero que gostem!


1) Primeiramente, agradecemos a entrevista e gostaríamos que você se apresentasse! Quem é você?

Meu nome é Anne Martha Harnes e tenho quase a mesma idade da franquia Zelda (nasci em 1987). Sou uma professora norueguesa vivendo atualmente com meu namorada na Alemanha e trabalhando como substituta na seção de inglês em uma European School. Eu sempre amei jogar videogames. Sou uma treinadora Pokémon desde 1999 e uma amante da franquia Zelda desde 1994.

Cresci apenas com consoles da Nintendo em minha casa, então eu nunca fui realmente apresentada para os diversos outros jogos fantásticos até eu estar crescida. Hoje jogo Guild Wars 2 diariamente e tento finalizar tantos jogos da franquia Final Fantasy quantos forem possíveis. Além de jogos, eu adoro animais (coelhos!), tudo relacionado ao Japão, viajar, desenhar, pintar, tirar fotos e escalar as montanhas norueguesas de vez em quando.


2) Como começou a sua paixão pela franquia The Legend of Zelda? O que mais te agrada na franquia como um todo?

O primeiro jogo que joguei foi A Link to the Past, por volta de 1994. Eu e meu irmãozinho tínhamos acabado de ganhar um SNES com alguns jogos de presente de natal de nossos pais. Foi então que minha paixão pela série iniciou. Existem muitas coisas que eu adoro em The Legend of Zelda. É uma combinação de música, a lenda em si, a história, os personagens bonitinhos e esquisitos, o estilo de arte e a natureza que faz este mundo fantástico ser meu favorito de todos os tempos. Eu também sou uma grande fã de fadas e elfos.


3) De toda a série de jogos, qual é o seu preferido? Por que?

Meu jogo favorito é definitivamente Majora’s Mask. Eu sei que as pessoas não gostam deste jogo por ele ser um pouco “arrepiante” e “esquisito”, mas estas são, exatamente, as razões desse título ser o meu favorito. Sou uma fã do gênero horror. Sempre amei assistir filmes de terror e sempre consumi qualquer coisa que seja considerada horrorizante. A história de muitos personagens neste jogo podem, de alguma maneira, ser considerada um pouco trágica e melancólica.


4) Qual é o jogo que você menos gosta? Por que?

Do primeiro jogo da série: The Legend of Zelda que foi lançado no NES. Eu joguei-o alguns anos atrás, então eu não tinha nenhum sentimento nostálgico ou vínculo com ele (como alguns jogadores veteranos que jogaram durante o lançamento devem ter). Eu não gostei dele porque: 1) não é bonito visualmente (obviamente por ser de 1986), e 2) foi realmente muito difícil jogar e me divertir com ele. Eu não consegui jogá-lo sem olhar algum guia, pois há muitos segredos e é um pouco confuso saber pra onde você deve ir no mapa. Quando um jogo parece frustrante, então eu realmente não quero jogar mais. E este foi, infelizmente, o sentimento que este jogo me deu.


5) Qual foi o primeiro item de sua coleção? Qual a história dele?

Na Noruega, não há muita mercadoria da franquia Zelda nas poucas lojas de jogos que temos, então o primeiro item que comprei foi no Ebay. Eu decidi comprar um boneco de pelúcia, juntamente com outras pelúcias que comprei em 2008 (Hello Kitty, Studio Ghibli etc). E meu primeiro item foi uma pelúcia do Link, de Phantom Hourglass.

Fonte: Site oficial Guinness World Records

6) Existe algum item em sua coleção que seja o seu preferido?

Meu item favorito é sem sombra de dúvidas uma guitarra customizada “Zoraxe”, feita à mão por Dan Lawrence. Foi modelada baseada na “The Guitar of Waves” que Mikau e Link estão usando no jogo Majora’s Mask. Este é provavelmente o item que eu mais comento quando o pessoal vê a minha coleção. Alguns nunca viram antes e alguns ouviram sobre isso no concurso da revista Nintendo Power em 2000. A minha é a número 5 e na internet dizem haver 7 pelo mundo. Se isto for verdade, então esta rara e limitada guitarra é tanto minha compra mais cara como também é definitivamente o “santo graal” de toda a minha coleção.

Foto meramente ilustrativa

7) Qual o item de sua coleção que tenha sido muito difícil de obter?

Quando compramos itens em leilões não é difícil “obter” nada, você só precisa ser sortudo o suficiente para encontrar os itens que está procurando. Algumas vezes eles aparecem, outras podem levar anos. Até hoje descubro itens vintages, e é sempre divertido.

Geralmente, itens realmente raros ou promocionais são difíceis de obter, simplesmente pelo fato de eles nunca aparecerem em nenhum local de leilões. Ainda, acho que alguns são difíceis de obter no sentido de serem fisicamente difíceis de enviar para o país do comprador. Por exemplo: a estátua em tamanho real do Link que teve que ser enviada em 6 peças, e várias partes do corpo foram danificadas durante o transporte. Eu acho que tive muita sorte de o vendedor estar disposto a tentar enviá-la, mesmo com toda a experiência de compra tendo sido horrível.


8) Existe algum item raro que você não tenha em sua coleção e que desejaria ter? Qual?

Bem, acredite ou não, eu não tenho 50% dos itens que existem da franquia. Talvez não tenha nem 20%. Quando eu comecei a colecionar há 9 anos, eu não pensei sobre o assunto como um todo. Eu honestamente achei que seria possível eu coletar TUDO no mesmo lugar. Entretanto, em 2017, eu vejo que isto é impossível. Há tantas coisas surgindo todos os meses (por Jakks Pacific, Bioworld etc) que eu acho que qualquer um pode facilmente comprar 2000 itens apenas indo na Gamestop, Hot Topic ou Walmart.

Então sim, há provavelmente mais de 5000 itens por aí que não estão em minha coleção. E não, eu não quero todos. Eu quero ter os itens que ninguém mais tem, pois fariam a minha coleção especial de uma maneira que ninguém poderia ter uma coleção comparada à minha. É fácil comparar pelo tamanho, mas difícil comparar no quesito raridade. Por isso, esse é o meu foco no momento. Os itens que estão no topo da minha lista de desejos  são, por isso, os realmente raros e muito difíceis de obter. Posso dar alguns como exemplo: Link do Twilight Princess da NWS Crystal, máscaras de cerâmica do Majora’s Mask que estiveram no concurso da Nintendo Power, o GBA de ouro original (edição especial do jogo Minish Cap), um relógio de pulso do Link na transformação Fierce Deity e muitos outros. Eu posso facilmente fazer uma lista dos 100 itens raros que mais desejo.

Um dos itens de desejo

9) Como foi o processo para ser reconhecida pelo Recordes Guinness?

Ninguém tinha este recorde antes de mim, então foi uma nova tentativa de recorde. Eles ainda estabeleceram um mínimo que eles queriam para este recorde (1000 itens), e então eu tive que provar que eu tinha mais do que isto. Eu tentei apenas uma vez e consegui. Eu acho que é fácil de falhar na tentativa se você não providenciar o tipo certo de conteúdo, então você sempre tem que ler cada regra com bastante cuidado antes de submeter os dados para eles.

O processo de coleta de dados e organização dos documentos levou muito tempo, e foi realmente penoso. Você tem que submeter uma foto individual de cada item, e tem que dar uma descrição precisa sobre ele. Sem itens piratas ou caseiros, apenas produtos oficiais da Nintendo. Então, você precisa ter duas testemunhas que não conheça pessoalmente, eu chamei um policial e um cara da Gamestop para serem minhas testemunhas. Eles tiveram que contar tudo enquanto eu os filmava. Você pode imaginar a estranheza da situação?

O Guinness World Records chegou para mim, após eu ter conseguido o título, e perguntou se eles poderiam tirar uma foto para o livro de 2018 e se eu poderia conceder uma entrevista para o canal do YouTube deles. Normalmente, você deve pagar um bom dinheiro se você quiser que eles façam isso. Então eu disse sim, mesmo não querendo aquele tipo de atenção e não me sentindo nem um pouco confortável cercada por câmeras. Porém, foi tudo muito bem, eles foram realmente legais e são muito profissionais, por isso não me arrependo.

Fonte: Site oficial Guinness World Records

10) Como está a sua vida após ter entrado na edição de 2018 do livro?

Está a mesma coisa, a diferença é algumas centenas de requisição de amizade no Facebook. Eu sinto que completei um dos maiores objetivos que estabeleci para minha coleção, e esta é realmente uma sensação muito boa.


11) Você poderia dar um conselho para alguém que esteja pensando em começar uma nova coleção?

Sim, seja tão específico quanto puder. Durante este tempo de coleta, eu sempre me perguntava se eu deveria desistir da minha coleção da franquia como um todo e me dedicar a uma coleção do Majora’s Mask. Teria sido muito mais fácil, mesmo assim eu não me arrependo, pois eu consegui um recorde mundial depois de todo o esforço. Mas talvez teria sido mais satisfatório e relaxante coletar itens de apenas um jogo, assim poderia ter a chance de realmente coletar todos os itens que existe e ter a chance de ter uma coleção mais “completa”.


12) Obrigado pela entrevista. Você gostaria de mandar uma mensagem para as pessoas que estão lendo esta entrevista neste momento?

Sintam-se a vontade para seguir a conta do Instagram que eu eu fiz para a minha coleção: ikhanakingdom. Lá eu coloco as minhas novas compras, alguns itens raros que talvez saiba (ou não) sobre eles. Eu tenho algumas ideias para um futuro site e eu postarei sobre isso no Instagram quando for a hora. Eu adoro ver coleções de Zelda de outros colecionadores e eu estou sempre procurando ajudar outros explicando e dando informações sobre alguns itens. Então, não tenha medo em me contactar se você tiver alguma questão ou comentário.

Obrigada por ler esta entrevista.


É isso pessoal! Deixem nos comentários um feedback para a Anne. Um grande abraço e até o próximo post!