Uma grata e relaxante surpresa para descansar depois de partidas frenéticas ou quando estamos estressados. Venha comigo relaxar lendo esta análise.


Ficha Técnica

Título: ASMR Journey – Jigsaw Puzzle

Plataforma: Nintendo Switch

Data de lançamento: 13/07/2021

Tamanho: 1.8 GB

Desenvolvedora: Leonardo Zufi

Publicadora: QUByte Interactive

Jogadores: 1

Em Português: Sim

Gênero: Tabuleiro, Puzzle

Tempo de Jogo (em média): 2- 6 horas

Save na Nuvem: Sim

Classificação: 12 Livre

Preço no Lançamento B: R$ 9,99


ASMR

Quando comecei a review deste jogo, não conhecia a técnica de relaxamento chamada ASMR, que basicamente utiliza sons para levar relaxamento e uma sensação agradável ao corpo.

Eu tenho que assumir que não conhecer tal técnica foi um ponto positivo, pois me senti estranhamente relaxado e calmo ao jogar, o que poderia não ter acontecido se eu estivesse ativamente “testando” esse aspecto do jogo.

Sentir tudo isso prova que os desenvolvedores conseguiram empregar a técnica e proporcionar aos jogadores um momento prazeroso pouco vivenciado em jogos.

História

O jogo conta a história de uma garota que recebe visitas ocasionais de uma pequena bruxa comerciante de livros. Desta vez, ela lhe trouxe um livro mágico que permite vivenciar momentos transformando o ambiente. Assim acompanhamos a história desta garota enquanto sua livraria é transformada em locais como um jardim ou até mesmo uma estação de trem.

Apesar de haver uma pequena descrição do que esta acontecendo, a história é basicamente uma desculpa para apresentar os diversos quebra cabeças do jogo de forma mais interessante do que simplesmente te deixar escolher um tema.

Quebra Cabeças Divertidos.

Montar os quebra cabeças enquanto se deixa levar pela musica é extremamente divertido e relaxante. Cada tabuleiro te deixa escolher o numero de peças que serão usadas que podem ser sempre 60 – 144 – 350. Essa variação apenas aumenta o numero de peças, não mudando a imagem em si.

Imagem de Divulgação

O que eu mais gostei é que o desenho é animado e não estático. Alguns elementos como fumaças ou borboletas se movem, o que as vezes facilita ou dificulta a montagem das peças.

Pense em algo como um quadro do Harry Potter e vai entender o que estou falando. Esse efeito ajuda e muito na imersão e diferencia o jogo de um quebra cabeça normal que podemos montar no mundo real.

Um jogo simples, mas bem feito.

A gameplay é simples é direta. Você pode mover as peças, dar um zoom, ou (o que eu amei) pedir para mostrar apenas as peças que contenham bordas.

Imagem de divulgação

Às vezes a quantidade de peças na tela dificulta um pouco o jogador ver o que exatamente está a sua frente, especialmente no modo portátil. Eu não coloco isso como um ponto negativo, pois sinceramente não consigo pensar em nenhuma forma efetiva que colocar um tabuleiro e 350 peças numa tela limitada de forma clara. Porém, a arte é linda em ambos os modos, e demonstra o carinho que os desenvolvedores tiveram com o jogo.

Outro ponto que chama atenção, é que o jogo parece ter sido feito pensando em tablets com tela touchs. Ainda assim, os controles são responsíveis e particularmente não senti nenhuma dificuldade ao jogar.

Recomendação

Eu recomendo este jogo para qualquer um que, como eu, ame quebra cabeças, ou para quem gosta de um jogo leve para relaxar. Ainda que simples, ASMR é uma deliciosa jornada e um jogo diferente do que estamos acostumados.

Espero muito poder ver uma sequência ou uma DLC em breve!


Trailer do Jogo


* Este review foi feito utilizando uma chave fornecida pela QUbyte